quarta-feira, julho 24, 2024

HomeEsportesCresce pressão sobre arbitragem no Brasileirão

Cresce pressão sobre arbitragem no Brasileirão

Dirigentes, treinadores e jogadores aumentam o número de reclamações sobre posicionamento dos juízes e confusões de auxiliares. Estopim das críticas foi o pênalti duvidoso que deu a vitória ao Internacional diante do Atlético-PR

Como sempre ocorre nas rodadas finais do Brasileiro, as críticas, protestos formais e chiadeira sobre arbitragens devem se intensificar nas próximas semanas. Isso tem a ver com o nervosismo de quem disputa o título ou uma vaga na Libertadores de 2019 e, principalmente, entre os que lutam contra o rebaixamento.

Na rodada deste fim de semana, as reclamações vieram do Atlético-PR, por causa de um pênalti muito polêmico marcado a favor do Internacional nos acréscimos do jogo realizado em Porto Alegre (e vencido pelo time da casa por 2 a 1, exatamente em razão do pênalti).

Curiosamente, na semana passada, a gritaria partira do Inter por causa de um empate (2 a 2) com o Vasco, no Rio, com a equipe carioca convertendo outro pênalti controverso também nos instantes finais da partida.

Parte considerável dos erros de arbitragem, no Brasileiro, guarda relação direta com o volume das queixas dos clubes. Quanto mais acentuadas, maior a chance de o árbitro numa rodada posterior acabar beneficiando o mesmo clube em um lance que requer uma interpretação rápida.

Prevalece a seguinte lógica em casos assim: na dúvida, o melhor é marcar a favor do que contesta com mais intensidade. Por isso e por mais que a Comissão de Arbitragem da CBF oriente os árbitros a não dar ouvidos a essas manifestações, é provável que tenhamos capítulos repetidos de polêmicas até a última rodada do Brasileiro.

Posts semelhantes

Posts recentes