sexta-feira, março 1, 2024

HomeEsportesTécnico do PSG critica Neymar por agressão a fã

Técnico do PSG critica Neymar por agressão a fã

Soco que o brasileiro deu no torcedor pode deixa-lo de fora em três partidas. O treinador Thomas Tuchel também não gostou do “desabafo” do atacante da Seleção Brasileira sobre os jogadores mais jovens: “Isso deveria ter siso discutido internamente”.

A derrota na final da Copa da França, que abalou a reta final da temporada do Paris Saint-Germain, também deixou Neymar no centro dos holofotes por conta de duas polêmicas. Após o revés diante do Rennes, o brasileiro fez críticas a companheiros jovens no elenco e viu viralizar um vídeo em que aparece agredindo um torcedor rival. E os assuntos não passaram despercebidos pelo técnico Thomas Tuchel.

Neymar corre risco de ser suspenso de três a oito jogos na França por soco em torcedor do Rennes, durante a cerimônia de premiação da final da Copa da França perdida para o Rennes, no sábado passado. Em reportagem publicada neste domingo, o jornal L’Equipe detalha os artigos disciplinares em que o craque pode ser enquadrado pela agressão. A punição deve ser de suspensão, variando de três a oito jogos. Como o PSG é bicampeão antecipado da Ligue 1, a equipe terá mais cinco partidas na temporada, a próxima na terça-feira que vem, dois dias antes de reunião da comissão disciplinar que julga o caso.

RESPEITO
O treinador do PSG concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira e, naturalmente, foi questionado sobre os problemas envolvendo o grande astro de seu time. E não hesitou em criticar Neymar por ter atingido o rosto de um torcedor do Rennes que o provocou na subida para a premiação.

“Eu não gostei, não gostei mesmo. Não é possível que aconteça isso. Não é fácil subir (para a premiação) depois de uma derrota, mas temos que aceitar, mostrar respeito. Isso não é possível”, disse Tuchel.

O treinador relatou que o clima no vestiário depois da derrota no último sábado foi de “completo silêncio” e que não sabia como estavam os atletas, pois ainda os reencontraria no treinamento de olho no duelo contra o Montpellier.

MBAPPÉ
Ao falar do desabafo de Neymar sobre a postura de alguns atletas jovens, negou que haja problema entre o brasileiro e Mbappé.Eu sei o que ele estava tentando dizer, mas não é algo para ser debatido em uma entrevista. É algo para ser discutido internamente. O que eu diria é que há alguns jogadores que amam ganhar e outros que odeiam perder. Eu prefiro dizer a cada um no vestiário, em vez de pela imprensa. É necessário ter ordem para crescer. Não há problema entre Neymar e Mbappé”, disse o técnico.

O desabafo de Neymar ocorreu na zona mista do Stade de France, alegando que os atletas mais novos precisavam ouvir mais. “O balanço é de ser mais homem dentro do vestiário, mais unido. Todo mundo correr. Pelo que vejo ali, tem muito jovem que é um pouco, não digo perdido, mas faltam mais ouvidos do que a própria boca. Algum cara mais experiente fala, e eles retrucam, ou o próprio treinador fala, e eles retrucam. Isso não é um time que vai longe, um time que vai ter sorte no final. A gente peca nisso. Precisamos ter mais inteligência de administrar isso, e eles mais do que nós. A gente tem bagagem e eles precisam respeitar mais. Da mesma forma de quando eu comecei, que escutava bastante e respeitava. Eles precisam seguir esse caminho também”, afirmou Neymar.

PUNIÇÃO
De acordo com regras disciplinares da Federação de Futebol Francesa (FFF), a agressão de Neymar pode ser enquadrada de duas maneiras pela comissão disciplinar. O mais provável é que seja no Artigo 1-11, relativo a “golpe(s) voluntário(s) tentado(s), ação pela qual um jogador tenta atacar a integridade física de uma pessoa de maneira particularmente agressiva, contra um jogador, treinador, dirigente ou público”. Nesse caso, a indicação é de cinco partidas de suspensão.

Após agressão a torcedor, Neymar desabafa: “Tô errado? Tô. Mas ninguém tem sangue de barata”

Mas Neymar também pode ser enquadrado no Artigo 1-13, “brutalidade(s) ou golpe(s) não causando dano ou resultando em dano atestado por médico, sem incapacidade temporária para o trabalho (ITT)”. Seria “qualquer ação violenta de um jogador, prejudicando a integridade física da vítima “. Nesse caso, a suspensão seria de oito partidas.

Posts semelhantes

Posts recentes