terça-feira, março 5, 2024

HomeColuna Saca RolhaVinhos gelados para baixar a temperatura

Vinhos gelados para baixar a temperatura

Rodrigo Leitão
jornalismo@raizesdiario.com.br

Estamos no Verão e o melhor vinho para se beber nesta época do ano é o vinho gelado! Para isso, temos duas alternativas de brancos e rosés. Na maioria dos casos, devemos preferir os brancos e rosés. Os vinhos rosés, devem ser servidos a uma temperatura entre 7 e 9 graus e são curingas, geralmente combinam com tudo. Já os brancos vão variar. Os Sauvignon Blanc devem ser degustados na mesma temperatura dos rosés e os Chradonnays podem ser servidos até 12 graus, se forem mais complexos e com passagem por madeira.

Santa Catarina produz os melhores brancos e rosés brasileiros. Principalmente brancos de uva Sauvignon Blanc, que se adaptou como poucas em todo o mundo nas terras de altitude do Vale do Rio do Peixe e Serra catarinense. Aqui, vale experimentar as produções da Panceri, Villaggio Grando, Suzin, Abreu e Garcia e Sanjo.

A vinícola catarinense Sanjo, de São Joaquim, produz um premiado sauvignon blanc de altitude que está sendo vendido também no mercado europeu. Esse vinho está sendo celebrado como uma aposta positiva do cultivo da uva Sauvignon Blanc na Serra Catarinense, já que esta uva se adaptou bem ao clima daquela região. Os aromas do Núbio Sauvignon Blanc  chamaram a atenção do mercado inglês. É um vinho leve e segue a característica da sauvignon blanc para ser oferecido de entrada, boas vindas, servido por volta de 7 graus centígrados e acompanhando peixes grelhados, frutos do mar grelhados ou crus, saladas, aves grelhadas e queijos leves, frescal, de cabra.

Outro grande vinho branco produzido em Santa Catarina, desta vez no Vale do Rio do Peixe, em Água Doce, é o Chardonnay Villaggio Grando. A vinícola está apostando suas fichas no verão com o esse vinho. É uma refrescante opção para dias de calor, um vinho com bastante mineralidade, sem passagem por madeira, de excelente acidez e com propósito de evoluir na garrafa.

A uva é uma das varietais mais apreciadas em todo o mundo, mas aqui ganha um aspecto diferenciado que os enólogos estão conseguindo obter nas terras de altitude de Santa Catarina. Com 12% de álcool e uma completa maturação da uva, esse vinho ganha força como um dos melhores brancos brasileiros. O Chardonnay Villaggio Grando é excelente na harmonização com queijos não maturados, queijos de fungo branco, geleias e também nos pratos principais a base de aves e peixes grelhados ou assados, como frango, peru, e lombinho de porco.

Aqui pertinho, em Tangará, a Panceri produz um dos melhores espumantes brasileiros, ousado, feito pelo método tradicional francês, com a uva Sauvignon Blanc e que já conquistou várias medalhas em concursos nacionais e internacionais. Falo do Espumante Panceri Brut Sauvignon Blanc, o melhor custo benefício do Brasil. Este espumante, similar ao champagne francês, deve ser apreciado a uma temperatura entre 6 e 8 graus e acompanha muito bem queijos frescos e de cura breve, massas com molhos brancos, risotos e frutos do mar.

A Suzin, de São Joaquim, oferece o excelente Suzin Sauvignon Blanc, uma combinação perfeita com frutas, frutos do mar, peixes assados leves ou a milanesa e, inclusive, saladas de frutas. Já a Abreu Garcia nos presenteia com um exemplar geralmente safrado que revela aromas frutados de abacaxi em calda, maracujá e melão e exala um floral cítrico que permite harmonizá-lo com doces leves, sorvetes de frutas, saladas de frutas e frutos do mar. E com a vantagem de poder ser degustado até 12 graus.

Posts semelhantes

Posts recentes