sexta-feira, julho 12, 2024

HomeEsportesTorcedores violentos não entrarão no Brasil durante a Copa América

Torcedores violentos não entrarão no Brasil durante a Copa América

O governo oficializou nesta segunda-feira, através de publicação no Diário Oficial da União, a medida que impedirá, durante o período da Copa América, a entrada no Brasil de estrangeiros envolvidos em episódios de violência em estádios. A determinação do ministro da Justiça, Sergio Moro, ordena que tais torcedores sejam barrados nas fronteiras.

A medida estará em vigor até o dia 7 de julho, quando será disputada a final da competição, no Maracanã. A barração dos torcedores violentos caberá aos órgãos de controle fronteiriço e de fiscalização migratória nos portos, aeroportos internacionais e pontos de fiscalização terrestre. Os fãs enquadrados nos termos da portaria constarão nos sistemas como “membro de torcida envolvida com violência em estádios”.

Para auxiliar no controle, todos os estádios utilizados na Copa América contarão com um sistema de reconhecimento facial, que poderá identificar torcedores infratores nas áreas dos jogos. Será o primeiro evento esportivo a trabalhar com tal tecnologia no Brasil, de acordo com o gerente de segurança do Comitê Organizador Local da Conmebol, Hilário Medeiros.

“Vamos deixar um banco de dados que será abastecido com informações de todo o mundo. Trabalhamos em parceria com os órgãos de segurança pública e a Interpol para impedir que um indivíduo indesejado, que já tenha ou possa vir a causar distúrbios, entre nos estádios e perturbe o torcedor – disse Medeiros à “Agência Brasil”.

A Copa América será realizada entre 14 de junho e 7 de julho em seis estádios de cinco cidades diferentes do Brasil: Belo Horizonte (Mineirão), Porto Alegra (Arena do Grêmio), Rio de Janeiro (Maracanã), Salvador (Arena Fonte Nova) e São Paulo (Arena Corinthians e Morumbi).

Posts semelhantes

Posts recentes